Novidades

A mulher que escreveu a bíblia - Resenha

site literário conto Revista literária benfazeja




Resenha, por José Cláudio (Cacá)



Eu tenho um medo danado de ser rejeitado. Quem não tem? A gente já tem que fazer um esforço imenso para ser aceito, afinal vivemos numa sociedade onde a competição dá ares de sua (falta de) graça a todo momento, não é mesmo?. E não há quem não queira se dar bem. Porém há os que usam o esforço pessoal, há os talentosos, há os espertos e há os inescrupulosos nesse nosso confuso tecido social.

Uma sociedade que valoriza muito os aspectos estéticos além da capacidade intelectual, a aparência em lugar do essencial; a astúcia em lugar da inteligência; uma sociedade, enfim cheia de máscaras, hipocrisias e falsetes só pode erigir uma torre de babel travestida de civilização de pessoas evoluídas. Lobos em pele de cordeiro estão se destacando a todo hora, em todos os lugares.

Agora: imagine o que uma pessoa sem predicados daqueles de se colocar na vitrine seria capaz num meio desses, cheio de preconceitos quando você se apresenta e a primeira coisa que todo mundo faz é olhar de cima embaixo, julgando secretamente suas habilidades e aptidões através de sua aparente cara e corpo.


Pois vamos falar de uma feiúra que por obra de um destino arranjado por convenções vai parar num palácio de um rei muito poderoso e de que forma? Como esposa. Pode pasmar, meu amigo (a)! E não será qualquer uma esposa, apesar de feia. Ela vai escrever a bíblia, a história do mundo. Imagine isso sendo feito por uma mulher, ainda por cima, feia! Vá ler A Mulher que Escreveu a Bíblia pra ver o que é se desdobrar contra uma “abominação” que vem de tudo quanto e lado, do rei até o mais desmerecido súdito. E ainda por cima, do pai, da mãe e da irmã, linda por sinal.

Havendo, no entanto, conhecimento e astúcia, algum vento brando pode soprar favoravelmente. Mas agora, faça o favor, vá ler o livro senão vou ficar tentado a dar uma de ardiloso e contar tudo aqui mesmo, de tão envolvente e bom que é de se ler. Livro, aliás, que é crédito exclusivo do grande Moacyr Scliar, o autor que colocou o pergaminho nas mãos da feia e lhe deu a oportunidade de conduzir essa fantástica narrativa.

A MULHER QUE ESCREVEU A BÍBLIA
Moacyr Scliar
Cia das Letras, 1997
*
Para ler mais contos do autor, clique aqui.

Créditos da imagem:
Divulgação e venda.

Nenhum comentário