Novidades

Conversas Literárias



Conversas literárias, por Iracy de Souza


Texto da Prof.ª Drª Ângela Beatriz de Carvalho Faria: PERCURSOS E SUBJETIVIDADES EM “TEMPO DE AGONIA”

Em Percursos (do luachimo ao luena), de Wanda Ramos (1980) e Corpo colonial, de Juana Ruas (1981), olhares pré-inaugurais tornam-se cognoscentes e revelam sujeitos em processo de reconfiguração identitária, no período de ocupação das colônias portuguesas ultramarinas, respectivamente, em África (Angola) e Ásia (Timor).

Ao sugerirem outra ordem cultural do Império português que ruía, os relatos identitários fazem emergir vozes silenciadas e o espaço do imaginário e da reflexão – impensável pela censura salazarista na época referida. A textura do vivido, em condições extremas e excepcionais, leva-nos a questionar até que ponto, ao proceder à
representação de seu percurso existencial, o “eu textual põe em cena um eu ausente, e cobre seu rosto com essa máscara”.


POESIA E ENSAIO-POÉTICO: UMA CORRESPONDÊNCIA POSSÍVEL ENTRE JOÃO MAIMONA E VERGÍLIO FEREIRA SOBRE A EXPERIÊNCIA DA LINGUAGEM.

Texto da Profª Drª Terezinha Neves

A proximidade entre aspectos dos pensamentos de João Maimona e Vergílio Ferreira já há muito vem nos inquietando. Foi então que resolvemos investigar o que significa a experiência da negatividade no gesto da escrita poética de João Maimona e o que pensa Vergílio Ferreira sobre isso, principalmente, no ensaio poético Do mundo original.


*

Créditos da imagem: Site olharees - fotografia online
...linguagem corporal...#1, por Lagartinho.

Nenhum comentário