Novidades

Sonhemmus et Poetemmus II





Poemas, por Caranguejúnior.




FOI NA ESTAÇÃO

O dia em que a terra parou

Foi aquele dia

Que você me beijou
 
Lembra?

Foi na estação...


Não sabia se era

Inverno ou verão


Foi na estação


Não sei se flores

Se folhas caindo ao chão


Foi na estação


Não sei se da Luz

Ou da escuridão
 
Não sei se Sé
Ou Consolação


Não sei

Foi na estação...


Quando dei por mim

O dia já tinha raiado
 
Quando caí em si
Trens já haviam

Passado e passado e passado...


E o presente

Parado

Na plataforma do nosso beijo...
 




O JANTAR 

A noite
Lua nova
No firmamento

Sentamos à mesa
À luz de velas
Vinho branco e uvas

Brindamos...

Conversamos sobre tudo
E riamos
Servimo-nos do banquete

Degustamos...

No sofá, sorrisos
Entre fumaças de cigarros
Tragos de Whisky

Leves toques...

Antes da sobremesa
Tudo já indicava 
Um desfecho

Sensações...


Os olhares
Já desenhavam
O próximo passo



Prato principal:

Nós

Comemo-nos

Nus... 




BEIJO 

Queria
Que
Minha

Língua

Fosse

Um

Pássaro

Veloz

Com

Grandes

Asas
Para

Voar

Rapidamente

Em

Direção

Ao

Céu


Da sua boca..




AMOR ENCHENTE 


Choveu um temporal
De você
Aqui em mim
E inundou meu coração...


Deixando várias paixões
Desabrigadas 




TIMIDEZ 


Quando fui falar de AMOR
Quando fui falar de AMAR

 
A
M

O

R

daçado fiquei



Na hora

Definitivamente...



A
M
A
R

elei



Nenhum comentário