Novidades

A poesia minimalista de Edweine Loureiro (II)




Poemas de Edweine Loureiro.


Tema: Na Estrada

**********

ROTA DE FUGA

Avista a estrada
sem curvas,
e segue, muda,
rumo ao nada.

A vista e a vida:
turvas...

*

FEROZ MADRUGADA

Velozes, as luzes
povoam de cruzes
a beira da estrada.

*

TRAVESSIA

Pingam horas e memórias
pelo caminho do menino.

*

CAMINHONEIRO

Acelera, ao volante!
E vê, no retrovisor,
a imagem do Amor,
cada vez mais distante...



Crédito da imagem: Olhares.pt
auto-estrada again[2], por Claudio Diniz

Nenhum comentário