Novidades

A poesia minimalista de Edweine Loureiro III


Edweine Loureiro.

Tema: Celebração de Ano Novo

RÉVEILLON

Na contagem regressiva,
fogos queimam meus remorsos
e a champanhe banha a Vida.

*

RÉVEILLON JAPONÊS

No silêncio de um templo,
os deuses e o vento
nos conduzem pelos tempos.

*

A IEMANJÁ

Ó Mãe das Águas,
afoga no Mar
todas as mágoas
e banha com a Paz
aos meus Orixás.

*

TIC-TAC!

É Janeiro. É dia primeiro.
É tempo de ser feliz por inteiro.
Pois a Vida, companheiro,
não tem relógio nem ponteiros.


créditos da imagem: Olhares.pt
Reveillon 2010, por Evaldo Almeida

2 comentários:

  1. bela produção, como sempre! Um belo ano de 2013 com farta colheita, amigão. abração

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, meu bom PoetAmigo Geraldo Trombin. Receber suas palavras, um grande Mestre da Poesia proporciona uma enorme alegria e satisfacao a este colega de letras. Obrigado, de coracao. E vamos que vamos para 2013, se Deus quiser. Abracao.

    ResponderExcluir