Novidades

Cardíacotidiano (Diagnóstico paulistano) #SP459



Poema de Caraguejúnior



São Paulo é o corAção do Brasil

É o trabaLho,

O oficio dos ossos

Sem parar

Bilhete único

É coletivo

SinGular

São PaUlo é de pirar

O caos ótico de seus vergalhões

Caótico de suas direções ->

Metros e metros de metrô

Pneus, pinel, arranha céus

ColunA - bate estaca

Coluna - bate estaca

Vidas sobre vigas

Idas e vindas

Só se ver COrreria

Veja a cor, e rIa!

É plural

É de pular

São Paulo é o coração do Brasil

RuAs e viadutos

Adultos e velhos

Madalenas, Marianas, Augustas ao gosto

Cardápios, larápios

TrOmbadinhas, tromba d’águas

Vielas, vias e veias

Assaltos, asfaltos, coNcretos

É surreal, é marginal

Da periferia periferida

Aos edifícios da Paulista

São Paulo é pizza

A massa passa e vem e vai e ferve...



São Paulo é o coração do Brasil

ATEmporal garôa, é de boa!

É nóis! é voz... são eles

É rifle, é grife, é grave

É tarja preta, é trêta!

Perfeita, Com vários defeitos

Prefeitos, verEadores e dores

São Paulo é cinza, em cores

Tudo é caro, tudo é barato

Prato feito, prato farto

São Paulo meu coração

São Paulo meu infarto...



Caranguejúnior

Nenhum comentário