Novidades

Poemas




Poemas de Luis Maria Acuña.



LEXOTAN

Domingo à tarde .
Garoa .
Como um perfume
A tristeza
Espalha-se
Pelo apartamento .
Opções reduzidas -
Perambular pelos shoppings
Ou o amparo do lexotan .



GOYA NOS ENSINA

Goya nos ensina
Que beleza e espanto
São as duas mãos de toda arte .
Que a cor feliz
( Luminosamente rasgando
O véu que cobre os nossos olhos )
É também
Um grito de espanto .



SAGRES

Sentado na relva
Esquadrinhas o horizonte
À procura de caravelas .
Índias ardem
Em teus olhos
Ásperos de esperas .
Sem relâmpagos
Desfraldas velas e as tuas raízes de vento
Espraiam-se em singraduras .




Biografia
Professor de História e Literatura - Harvard College/USA. Livro: ABISSIA / Editota da UERJ 1994 (Série poesia na UERJ)

*
Créditos da imagem: olhares.pt
Pela janela do quarto...,por Fernanda Arrabal

Nenhum comentário