Novidades

Alimentarte




Poesia Alimentarte de Daniela Diana.


ALIMENTARTE

Se pudéssemos nos alimentar de música,
Beberia no melhor cálice
Comeria no maior prato
Com talheres de ouro
Toalha de renda
Guardanapo de pano.

Se pudéssemos nos alimentar de dança,
Beberia as canções no cálice
Comeria os movimentos no prato fundo
Com vestido de seda
Maquilagem, cabelo solto
Frutas e especiarias.

Se pudéssemos nos alimentar de teatro,
Beberia num cálice dourado
Comeria os roteiros com pimenta
Toalha xadrez
Pastéis de Belém.


Se pudéssemos nos alimentar de literatura,
Beberia num cálice de madeira
Comeria com as mãos
Sentada no chão de giz
Lendo um poema de açúcar
-
Se pudéssemos cantar, dançar, interpretar, escrever,
Sem comer...
Pra que prato, talheres, cálice, guardanapo, toalha, sobremesa?

Quero somente o chão
Pra me encolher e dormir
O sono alimenta
A arte inventa.

Nenhum comentário