Novidades

Metamarfosis




Poemas de alessandra cantero


el mar está muerto
hay rupturas
en el ritmo
de la sal

un pedazo del desvío
es oliva
el otro
amarillo

huele a lago
huele
a encierro

el mar está grueso
su peces se han vuelto vacunos verdes

la mar
dios mío
ya no tiene bio
para llenar el espejo del cielo
colgado en la pared
de mi cuarto

ahora mismo


*

Revisão do Espanhol por Prof.ª Dr.ª Cielo Festino
Créditos da imagem:
Angelina Nové

6 comentários:

  1. è muito bom ler teus poemas,principalmente em espanhol,que dá sonoridade ao verso,e cambia as palavras a um certo sentimento mediterrâneo,gostei.

    ResponderExcluir
  2. Não basta ser linda em português, tem que ser linda em espanhol também!

    ResponderExcluir
  3. mario tadeu saroka3 de dezembro de 2013 10:21

    Lindo poema,Cantero,pena que não tem vindo mais deles.

    ResponderExcluir