Novidades

Destinos




Então vem comigo, loucos caminhos de vidro
            tateando estrelas, infinitas centelhas...
                                                             infinitas
            e cordilheiras repletas de luz.

E nas pontas dos dedos,
                          sutis segredos
                                       sagrados de paz.

Se perguntarem: “Para onde vão?”
Diremos: – Voar! Voar sobre
os mais intocados caminhos...
divinamente incompreendidos
suavemente desimpedidos...

Talvez escritos
               – nossos destinos –
na palma da vossa mão.

*

Créditos da imagem: www.weheartit.com

Nenhum comentário